O coração possui uma rede de fios elétricos que conduzem o impulso gerador de cada batimento cardíaco. O ramo esquerdo conduz os impulsos elétricos ao ventrículo esquerdo e o ramo direito conduz os impulsos ao ventrículo direito, promovendo a contração de cada lado do coração de forma sincronizada.

O ramo esquerdo é considerado o principal fio elétrico do coração pois é responsável pela contração da mais importante câmara cardíaca, o ventrículo esquerdo. O seu mau funcionamento, manifestado como bloqueio do ramo esquerdo, tende a ser mais grave que o bloqueio do ramo direito. Sua identificação no eletrocardiograma demanda a investigação de cardiopatias.

Qual a causa do bloqueio de ramo esquerdo?

O bloqueio de ramo esquerdo é a interrupção parcial ou completa da condução do impulso elétrico cardíaco pela fiação do lado esquerdo do coração. Sua causa pode estar relacionada a diferentes cardiopatias ou ser devido a degeneração própria do envelhecimento.

Ocorre em pessoas aparentemente normais e também naqueles sabidamente portadores de alguma cardiopatia, especialmente o infarto do miocárdio.

Podem ocorrer sintomas?

A presença de bloqueio do ramo esquerdo habitualmente não causa mal-estar. Na ausência de sintomas, é diagnosticado pelo eletrocardiograma através da duração aumentada do complexo QRS (>120ms) com padrão característico.

O bloqueio do ramo esquerdo não é grave por si só. Entretanto, o acompanhamento médico com cardiologista se faz necessário para detectar precocemente o avançar do processo degenerativo que compromete o restante do sistema elétrico de condução do batimento cardíaco.

Com a evolução da doença, pode ocorrer o bloqueio completo do batimento cardíaco, que se manifesta com desmaios, cansaço, falta de ar e até mesmo parada cardíaca.

O bloqueio do ramo esquerdo não impede a prática de atividade física quando ocorre isoladamente. Nos casos associados à presença de cardiopatias, a atividade física deverá ser adaptada para cada condição.

O bloqueio do ramo esquerdo tem tratamento?

Não existe tratamento com medicamentos que possam reverter um bloqueio do ramo esquerdo instalado. A maior parte das pessoas não precisará se submeter a nenhum tratamento, porém, quando há presença de desmaio ou evolução para bloqueio atrioventricular total, é necessário o implante de marcapasso cardíaco.

A presença do bloqueio do ramo esquerdo em paciente com insuficiência cardíaca é uma situação especial. Neste contexto, pode ser indicado uma terapia específica com implante de ressincronizador cardíaco. Este dispositivo, semelhante a um marcapasso, reestabelece o trabalho sincronizado entre os lados direito e esquerdo do coração. Assim, melhora a capacidade do coração bombear o sangue para o corpo, trazendo benefícios na melhora dos sintomas e recuperação do coração.

Nossos cardiologistas estão à disposição para esclarecer suas dúvidas!!!