Os Malefícios da Nicotina para o Sistema Cardiovascular

Você sabia que fumar apenas um único cigarro já coloca em risco o seu coração? Quem fuma tem um risco 5 vezes maior de sofrer um infarto. Vale a pena parar de fumar em qualquer momento. Mude seus hábitos agora mesmo!

Você sabia que fumar apenas um único cigarro já coloca em risco o seu coração? Um dos maiores agravantes de doenças cardiovasculares está fortemente ligado a nicotina e as demais substâncias presentes no cigarro. Quem fuma tem um risco 5 vezes maior de sofrer um infarto e morrer por problemas cardíacos. Por isso, é bastante importante alertar a fumantes ativos e passivos dos males do cigarro no coração e na saúde de diferentes órgãos do corpo.

Engana-se quem pensa que os problemas referentes ao fumo se manifestam somente nos pulmões, o coração é muito afetado com as consequências desse hábito. A explicação está no endotélio, uma espécie de muro de células que esconde os vasos sanguíneos, que acaba ficando mais frágil. A substância principal de proteção que é produzida fica fragilizada, o que acaba por deixar todas as artérias mais vulneráveis ao acúmulo de gordura, dificuldade na circulação do sangue e formação de placa de aterosclerose. E tudo isso acelera o surgimento de problemas cardiológicos e, até mesmo, a consequência de um infarto.

Outro detalhe que precisamos atentar é com os fumantes passivos, que também estão expostos a todos esses perigos. O simples respirar da fumaça do cigarro pode provocar doenças cardiovasculares. Por isso, qualquer quantidade de cigarro é extremamente maléfica aos seres humanos.

Entender o que faz o tabagista manter esse hábito e porque suas tentativas de parar de fumar fracassaram é fundamental para o sucesso. Uma mudança de comportamento e, quando necessário, o uso de medicamentos para reduzir os sintomas causados pela abstinência aumentam suas possibilidades de eliminar o hábito de fumar. Portanto, se você quer parar de fumar não deixe de procurar um apoio médico especializado.

Vale a pena parar de fumar em qualquer momento da vida. Após 20 minutos a pressão arterial e os batimentos cardíacos já voltam ao normal, em 1 ano o risco de sofrer um infarto reduz pela metade e em 10 anos o risco volta a ser igual ao de quem nunca fumou.

Não deixe para amanhã o cuidado que pode fazer toda a diferença ainda hoje. Mude seus hábitos e avalie o seu coração. Conte com experiência do consultório Dr. Glauco Bonato.